Páginas

"Ninguém educa ninguém, ninguém educa a si mesmo, os homens se educam entre si, mediatizados pelo mundo."

Paulo Freire

terça-feira, 6 de setembro de 2011

Trabalhando o Filme "Amistad"

Trabalho feito pelos alunos da 8ª série dando a sua opinião sobre o filme "Amistad".

         "Amistad "
        As cenas do filme que me chamaram atenção foram, quando ele conseguiu tirar o prego do navio com os dedos, e a outra foi quando a mulher ganhou o bebê acorrentada no porão do navio. 
        Foi interessante pois no desespero ele raspou a tábua onde havia o prego e conseguiu tirar, e assim abriu as correntes que os prendiam no porão ele teve uma idéia quase que impossível, mas que funcionou foi surpreendente;E a parte da moça ganhando o bebê no meio de tanto sofrimento me deu um aperto no peito,eles com aquele bebê inocente que não ia ter a mínima chance de sobrevivência foi muito triste isso me fez pensar como pode existir esse tipo de pessoas que tratam o ser humano como animais só por causa da cor e das suas diferenças.

Gildinei



         "Amistad"

         Destaquei do filme as cenas em que no tribunal, mudaram o juiz para que ele pudesse fazer o que os superiores queriam que era prender os negros, e também quando morreu um negro dentro da prisão e eles queriam enterrar de acordo a religião deles. 
         Isso me lembrou muito que nessa época em que nos vivemos existem esse tipo de coisa, de pessoas por se sentirem superiores a outras achavam que tem o direito de mandar.Mas também esta cena mostrou que nem todos são corruptos e o juiz agiu de acordo com a lei, por ser jovem e imaturo eles pensavam que ele ia ser facilmente manipulado, mas isso não aconteceu.
          O segundo que destaquei foi do negro que morreu dentro da prisão eles queriam enterrar ele nos seus costumes, mas todos nos temos nossas religiões e nossos costumes, que deveriam ser respeitados pois cada um tem o direito de ser quem é. 
Cleonice



           Opinião sobre o filme Amistad


          A Parte que me chamou atenção foi Quando a mulher se atirou do barco com o bebê, no colo esse sacrifício, Foi de muita coragem, pois preferiu morrer e matar o bebê para que ele não passasse por tudo aquilo que os outros estavam passando. Uma cena muito triste que me emocionou muito, outra cena que eu gostei foi a do advogado defendendo eles sem saber a sua origem, e defendendo eles de acusações de assassinatos a qual não sabendo se era verdade ou mentira, lutou mesmo assim até descobrir a verdade e conseguir ganhar.se nós olhar em nossas voltas veremos que ainda existe escravidão e racismo , não igual a antigamente mais escondidas em muitos corações , não conseguimos arrebentar essas correntes que ainda nos perseguem por gerações , a única coisa que mudou foi que temos leis agora que nós protegem.

Carla

4 comentários:

Angela Celoi Medeiros disse...

Oi, muito interessante o teu blog, pois há participação com comentários dos alunos. Parabéns!!!! Uma excelente maneira dos alunos escreverem e participarem.

Maria da Graça disse...

Bessie,
Sugiro que penses este trabalho com o filme para apresentares com os teus alunos na Semana da Consciência Negra no Seminário em parceria entre a SME- UNIPAMPA- SECULT. Parabéns

Maluka disse...

Begssie,
teu blog é perfeito, lindo demais. Adorei a participação dos alunos.

PARABÉNS!!!!!
Bju
Dani

Anônimo disse...

Ahhhh nao to entendendo nada eu coloquei no google a religiosidade no filme amistad q foi ooq meu professor pediiu e aparece isso?aff'

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...